?

Log in

No account? Create an account
qualquer bobagem [entries|archive|friends|userinfo]
i've got no excuses.

[ a day... | in the life! ]

Links
[Links:| los hermanos fotolog last.fm ]

acaso :) [Aug. 4th, 2007|07:12 pm]
Amanda
[Humor: |sleepysleepy]
[Na vitrola: |The Beatles - Good Day Sunshine]

    "Durante a viagem de volta de Zurique a Praga, Tomas sentiu-se mal com a idédia de que seu encontro com Tereza tivesse sido o resultado de seis acasos improváveis.
    Mas, muito pelo contrário, será que um acontecimento não se torna mais importante e carregado de significados quando depende de um número maior de circustâncias fortuitas?
    Só o acaso pode ser interpretado como uma mensagem. Aquilo que acontece por necessidade, aquilo que é esperado e que se repete todos os dias, não é senão uma coisa muda. Somente o acaso tem voz. Tentamos interpretar o acaso como as ciganas lêem no fundo de um xícara o desenho deixado pela borra do café.
    A presença de Tomas no restaurante foi para Tereza a manifestação de um acaso total. Estava sozinho numa mesa diante de um livro aberto. Levantou os olhos para eça e sorriu: - Um conhaque, por favor.
    Nesse momento o rádio tocava uma música. Tereza foi buscar o conhaque no bar e girou o botão do aparelho para aumentar o volume. Havia reconhecido Beethoven. Ela o conhecera desde que um quarteto de Praga tinha vindo à pequena cidade fazer uma temporada. Tereza, como sabemos, pretendia se "educar", foi ao concerto. A sala estava vazia. Viu-se sozinha com o farmacêutico e a mulher. Havia portanto um quarteto de músicos no palco, e um trio de ouvintes na sala, mas os músicos tinha tido a gentileza de não cancelar o concerto e de tocar só para eles, durante uma noite inteira, os três últimos quartetos de Beethoven.
    Em seguida, o farmacêutico convidou os músicos para jantar e chamou a ouvinte desconhecida para juntar-se a eles. Desse dia em diante Beethoven tornou-se para ela a imagem do mundo "do outro lado", a imagem do mundo ao qual aspirava pertencer. No momento, enquanto voltava do balcão com um conhaque para Tomas, esforçava-se para decifrar esse acaso: como era possível que, no exato instante em que se preparava para servir um conhaque a esse desconhecido que lhe agradava, estivesse tocando uma música de Beethoven? O acaso tem suas mágicas, a necessidade não. Para que um amor seja inesquecível, é preciso que os acasos se juntem desde o primeiro instante, como os passarinhos sobre os ombros de São Francisco de Assis...
(continua)

(A Insustentável Leveza do Ser - Milan Kundera)
   
Link4 comments|Leave a comment

(no subject) [Aug. 3rd, 2007|12:37 am]
Amanda
[Humor: |excitedexcited]
[Na vitrola: |bon jovi - it's my life]

eufórica demais pra dormir! =)
LinkLeave a comment

(no subject) [Aug. 2nd, 2007|07:47 pm]
Amanda
[Humor: |gratefulgrateful]
[Na vitrola: |Pink Floyd - Wish You Were Here]

Em mais um daqueles dias tediosos que compõem minha vida, você apareceu. Talvez tenha sido um simples acaso, mesmo eu não acreditando em acasos. Ou então, tenha sido destino.
Mas eu ainda não sei em qual deles prefiro acreditar.
Bom, pra ser sincera, eu gosto de acreditar no destino, que não há coincidências e que nada é por acaso!
Principalmente quando o assunto é você:
A única alma compatível a minha, perdida em outro lado do país. Mas eu me sinto segura quando te imagino por perto, e não tenho mais medo de expor-me ou de falhar.
Porque sei que você vai estar aqui.
Tantos encontros e desencontros.
Poucas conversas.
E te conhecer é como conhecer a mim, com os mesmos medos, preocupações, idéias e transtornos.
Talvez não os mesmos vícios, mas o mesmo coração.
Ainda espero por cafés, tardes incansáveis ao seu lado, e muitas (intermináveis) conversas!
Penso nelas todos os dias à noite, quando tenho insônia, e imagino se você também consegue dormir... ou se está bebendo, vendo TV, ou, quem sabe, escrevendo algo novo.
Realmente, somos duas almas perdidas em um aquário, e compartilhamos os mesmos velhos medos.
E é por isso que eu não consigo acreditar em acaso.

wish you were here.
Link1 comment|Leave a comment

qualquer bobagem [Aug. 2nd, 2007|06:57 pm]
Amanda
[Humor: |crappycrappy]
[Na vitrola: |Cansei de Ser Sexy - Alala]

Ah, faz tempos que não escrevo aqui!
Tinha perdido a senha, mas acho que agora consegui recuperá-la, e talvez volte com as postagens, e outras coisas inúteis... ah, tentei tanto fazer um blog com a url "qualquer bobagem", mas não consegui achar nenhuma disponível.
Somente no Terra, mas o blog de lá é horrível, sabem?
Então, voltei pro meu feio e mau :)
Estava com saudades de escrever, tem dias que só escrevendo pra sair do tédio ou repensar as idéias! Mesmo eu escrevendo sobre NADA! hahahahahahaha
Tinha várias idéias pra post's, mas esqueci todas, e agora sai isso aqui!
Acho que já me acostumei com meus textos vagos, preciso de um tema construtivo, já que em minha vida não tem nada de interessante sobre o que eu possa escrever.
Normal.
Eu sou cansativa.
Demais.

Ah, é isso.
Estou de volta, eu acho.
LinkLeave a comment

a saudade. [Jul. 7th, 2007|08:12 pm]
Amanda
[Humor: |thankfulthankful]
[Na vitrola: |the beatles - in my life]


eu sinto saudades de muitas pessoas, momentos, dias, cheiros, cabelos, sorrisos, vozes, músicas, bandas, amigos, rostos e até saudade daquilo que eu não vivi.
é estranho, mas esse tipo de saudade até que é boa, e fácil de suportar.

mas existe uma que é a pior delas.
aquela que é formada por todas as saudades citadas acima, e ainda ganha uns kilômetros de distância.

talvez por ela ser um misto de alegria e tristeza.
é boa e ruim!
boa porque me lembra de um dos dias mais felizes (e importantes) da minha vida, e triste porque eu sei que não posso parar o tempo, porque se eu o pudesse, teria feito!
com toda a certeza que há no mundo.

sorrisos, tatuagens, banquinho do ponto de ônibus, avenida, flor, música, brincadeiras, declarações ligeiras e carinhosas, descobertas, amizade que nunca vai acabar, ferrero rocher, músicas de amor sendo cantadas às duas da manhã no meio da rua! tudo isso foi de uma importância enorme pra mim - e ainda é, pra ser sincera.
tanto é, que essa saudade é algo que vai me mutilando aos poucos.
mas foi tudo tão inesperado.
e o que realmente fica é a saudade.

ah, quem, um dia, passar por dia igual a esse, vai entender o que eu sinto/digo/escrevo!
e eu não faria nada diferente,
não mudaria uma vírgula sequer!

foi bom,
tão bom que dá saudade.
e tão bom que vale a pena sentir saudade.

19/01/2007 (L)



LinkLeave a comment

in my life... [Jul. 5th, 2007|01:01 pm]
Amanda
[Na vitrola: |the beatles - in my life]


i'll love you more.



sim, eu tô viciadinha nessa música dos beatles (L)
me traz boas lembranças!

Link1 comment|Leave a comment

apenas leia [Jul. 4th, 2007|11:31 pm]
Amanda
[Humor: |geekygeeky]
[Na vitrola: |superguidis - apenas leia]

aaaah, faz bastante tempo que eu não escrevo por aqui!
estava com saudades... mas é que, às vezes, acontece um bloqueio criativo, sabem?
que somado às provas e as preocupações do dia-a-dia me fazem perder o controle das coisas! aheuhaeuaheueaheuheueeuaehu

juro que se eu não morrer de velhice, morro de estresse!
maaaas enfim,
eu não queria escrever sobre isso hoje! =)

sabem o título do post? "apenas leia"
então, é o nome de uma banda gaúcha (olhos brilhando) chamada Superguidis.

e a letra tem MUITO a ver comigo!
"pra não desgastar a coisa por palavras
pra não virar rotina, pra não encher o saco!
eu vou tentar de outro jeito..."

e não me perguntem o porquê, mas eu sinto que essa música me diz que devemos procurar alguém com os mesmos interesses que os nossos, mesmos gostos e afinidades.
bom, eu acho que é isso.

vou dormir!
:*
LinkLeave a comment

para Lennon e McCartney [Jun. 29th, 2007|11:18 pm]
Amanda
[Na vitrola: |milton nascimento - encontros e despedidas]


faz algumas semanas, e eu estava assistindo um especial sobre Milton Nascimento no Sem Censura (TVEBrasil), e ocorreu de eu me arrepiar com algumas músicas, com a intensidade que ele canta e, principalmente, com a letra das músicas. mas a letra que mais me chamou a atenção foi a dessa música:

para Lennon e McCartney

por que vocês não sabem do lixo ocidental?
não precisam mais temer
não precisam da solidão
todo dia é dia de viver
por que você não verá meu lado ocidental?
não precisa medo não
não precisa da timidez
todo dia é dia de viver
eu sou da América do Sul
eu sei, vocês não vão saber
mas agora sou cowboy
sou do ouro, eu sou vocês
sou do mundo, sou Minas Gerais  :)



eu não gosto de analisar letras de música,
e não é isso que eu vou fazer aqui!
mas a letra dessa música e a intensidade com que o Milton a cantou fez com que eu me emocionasse e entendesse.
e pra mim isso já basta.

porque música é emoção e sentimento, não acham?


(depois eu volto com outra música dele, do Milton)


Link1 comment|Leave a comment

necessidade de escrever! [Jun. 29th, 2007|11:01 pm]
Amanda
[Na vitrola: |milton nascimento - quem sabe isso quer dizer amor]

cara, eu NUNCA imaginei que fosse escrever tanto assim pra um blog, ou qualquer outra coisa! 
mas acho que o bad_andugly mexeu comigo aheueahuaeheauheaueahu
juro!
é tão bom ter um lugar em que (quase) ninguém vai ler o que tu está escrevendo... quer dizer, eu acho que ninguém está lendo o que eu escrevo!
(porque, caso alguém se interesse/ou ache meus textos legais, deixe um comentário pra eu saber...)

mas enfim, escrever é terapêutico! (a grafia está correta?)
e já estão surgindo tantos temas aqui na minha cabecinha, tô sentindo que esse blog vai pra frente, sabem?

quero escrever sobre MUITOS assuntos!
coisas cotidianas, crônicas, colocar alguns textos que eu amo, falar sobre bandas, música, minha visão política das coisas, LOS HERMANOS, amigos e, aaah, muita coisa!

capaz de eu passar a madrugada escrevendo aqui... ou talvez, amanhã eu esqueça desse post super estusiasta e nem escreve mais (o que começo a pensar ser difícil de acontecer).
e tomara que eu consiga me fazer entender sem ser chata, mal - humorada, e que eu escreva coisas interessantes... mas, do jeito que sou desordenada, isso vai ficar uma bagunça!

por exemplo, eu comecei falando sobre a minha necessidade de escrever, e aí, já estou falando do que espero do blog e etc! 
é que eu "me perco" no meu raciocínio!
começo a falar, e aí um assunto puxa o outro (com a maior facilidade) e eu junto tudo e dá nisso :)

parei por aqui :*
até daqui a pouco.
Link1 comment|Leave a comment

paul mccartney [Jun. 29th, 2007|10:40 pm]
Amanda
[Humor: |jealousjealous]
[Na vitrola: |kaiser chiefs - try your best]

pra quem me conhece (ou não), é fácil saber do meu amor por ele :)

não que eu seja uma groupie descontralada, maníaca, possessiva, daquelas que sabem tudo a respeito do cara - até a cor da calcinha que a Linda usou na lua-de-mel... 
não, eu não sou desse tipo.

admito que amo sir.paul mccarteney  (lá vem a amanda com essa coisa de all you need is love de novo), talvez amor não seja a palavra certa, mas admiração e respeito pelo trabalho e pela pessoa dela sejam termos mais adequados.

eu nunca fui muito fã de beatles, passei a conhecer melhor de pois de certas amizades, mas hoje em dia, eu me considero uma admiradora do trabalho deles... e nessa brincadeira, eu acabei me interessando pela carreira do paul, tanto nos beatles como a carreira solo!
ele é um músico de talento, e venhamos e convenhamos, era o beatle mais bonito!
com aquele biquinho sexy ;9
e cabelo tijelinha.. aaah, se eu fosse jovem naquela época! HAHAHAHAHAHAHA

e até nos dias de hoje, eu o acho um sessentão bonitão!

mas voltando ao assunto de ser fã e tal (é que eu me perco no que escrevo), eu acho interessante essa minha ligação com a música, e com sir macca.
uma vez, um amigo me disse que eu 'endeuso' muito os caras!

mas, na minha concepção, eles são perfeitos!
(não tô te pedindo pra dar sua opinião, ok?)

pelo menos eu não fico dizendo que o marcelo camelo é novo chico buarque pós-moderno (mesmo adorando o camelo, e o achando um puta d'um compositor).
não, beatles foi uma revolução na música.

e o paul, pro baixo (segundo meu amigo marcelo).

então, querem mais um motivo pelo qual eu 'endeuso' paul mccartney?

simples: a música dele me faz bem.

:)



(e eu morro de ciúmes dele sim >.< )

LinkLeave a comment

navigation
[ viewing | most recent entries ]
[ go | earlier ]